Setembro chegou anunciando a Primavera! A nova estação prenuncia temperaturas mais agradáveis com a das chuvas e o aumento da umidade do ar. As árvores soltam novos brotos e folhas, há mais flores se abrindo, colorindo a paisagem e proporcionando beleza e frescor. Isso sem falar das frutas, verduras e do canto dos pássaros e suas danças para o acasalamento, perceptíveis a quem se dispuser a olhar e ouvir.

Se o Inverno nos leva ao recolhimento, introspecção, momento de reflexão sobre os planos, ideias e projetos até então deixados na gaveta, na primavera o movimento é para a abertura, renovação e expansão. O corpo vem no mesmo impulso para transformar toda força em ação. É o momento de abrir espaço, ganhar força e ter energia para expandir suas capacidades e expor suas ideias ao mundo.

Isso acontece por uma forte ação de Fígado e Músculos, principais órgãos desta estação. A força do fígado em gritar pelos ideais e a garra e ação em executá-las pelos músculos.
Essa intensidade toda também pode vir acompanhada por desequilíbrios e dores nessas estruturas corporais nesta época do ano: ira, raiva, irritabilidade, espasmos musculares, tensão muscular, câimbras ou tendinites.
E nesse sentido, em tempos de pouco contato, de desafios, temores e demanda de muita resiliência, como está o seu coração, seu viver, como estão os seus planos e as suas relações? De que tamanho e de que cores são as flores e brotos do seu viver, prestes a se abrirem?

É tempo, convite, para liberar emoções, expressá-las, abrir-se para entendê-las, procurar ajuda, se sentir que é necessário. Renovar ou reafirmar projetos e objetivos com potencial, força interior, disposição e criatividade.

E por falar em criatividade, que tal aproveitar o estímulo da estação e no momento oportuno sair, caminhar em algum lugar de natureza aberta, entre árvores, flores, margem de um rio, riacho ou lago, em um parque ou mesmo uma praça? Aproveite essa linda estação para experimentar o vento tocar o seu corpo. Sinta-se! Permita-se! Prove frutas mais azedas. Pratique a bondade. Grite ao ar livre quando sentir vontade. Abra bem seus olhos. Observe todo o encanto desta estação! Aproveite as possibilidades de criação que a natureza oferece.

Conforme o artista plástico e arteterapeuta Alain Dakinn, criar livremente na natureza, usando o que nela encontramos, pode ser uma verdadeira terapia! Seixos, areia, folhas, pétalas, pequenos galhos que podem se tornar móbiles, grinaldas de plantas, de flores, quadros ou fotos. Um rico material acessível que permite descobertas individuais, novas relações, se soltar, interagir com o meio, despertar sua criança interior, vivenciando o momento presente. Que tal experimentar?

OBS: “Estão voltando as flores” é também o título de uma música de Paulo Gurgel V. A. Soledade, que ficou conhecida como um Hino da recuperação. Por volta de 1960, Paulo Soledade adoeceu gravemente, foi internado em situação de alto risco e se recuperou, superando a doença. Feliz, compõe a música que fala de esperança, otimismo e alegria. Um estímulo importante nos tempos atuais.
Estão voltando as flores!
Fica aqui o convite para você ouvir a música. Basta clicar no link abaixo!

Feliz Primavera! É o que nós, profissionais interdisciplinares da Equipe da Clínica Quanta Campinas desejamos a você!

Ana Paula Grilo Salmaso – Fisioterapeuta especialista no tratamento da Dor
Emily Polessi – Fisioterapeuta Pélvica especializada em Saúde da Mulher e da Criança
Mailde Tripoli – Consteladora Sistêmica e Arteterapeuta

Deixe um comentário